Crianças Índigo e Cristal

Algumas pessoas já ouviram falar ou têm observado que as crianças das últimas décadas são muito mais ágeis, desenvolvidas, adeptas às tecnologias e mais expertas. E às vezes são popularmente e infelizmente chamadas de “terríveis” e “pestinhas”. Não conseguem seguir regras ou uma disciplina severa, não aceitam “não”. Nunca. Querem ter escolhas, querem negociar. Tem muita energia, distraem-se facilmente. Discutem. Resistem à autoridade. Pois então, estamos falando das crianças índigo e cristal.

As crianças índigo foram descritas pela primeira vez pela médium Nancy Ann Tappe. Ela enxerga as auras das pessoas e, a partir de 1970, começou a enxergar nas crianças que atendia auras de cor azul índigo. Essas crianças possuíam características específicas, diferentes das crianças com auras de outras cores. Alguns citam que os índigos já estavam presentes neste planeta há mais tempo, antes mesmo dos anos 70. Os índigos vieram de mundos mais evoluídos, mas vêm a este mundo com a missão de torná-lo mais espiritualizado, levando-o para o caminho da paz.

Resultado de imagem para crianças indigos

Essas crianças vão nos ajudar a diminuir o distanciamento entre o pensar e o agir. Hoje, na nossa sociedade, todos sabem o que é certo ou errado. No entanto, frequentemente agimos de uma forma diferente do que pensamos. Desta maneira, elas vão nos induzir a diminuir esse distanciamento gerando, assim, uma sociedade mais autêntica, transparente, verdadeira, com maior confiança nos inter-relacionamentos.

Existem quatro tipos diferentes de Índigos e cada um tem sua missão:

1. Humanista: Vão servir às massas e são hiperativos. Eles serão os futuros doutores, advogados, professores, vendedores, executivos e políticos. São extremamente sociais. Conversam com todo mundo e fazem amizade facilmente. São desastrados do ponto de vista motor e hiperativo, como dito anteriormente, e de vez em quando, eles vão dar com a cara nos muros, pois se esquecem de pisar no freio. Eles não sabem brincar com apenas um brinquedo. Ao invés disso, trazem todos para fora e os espalham. Às vezes, não tocam na maioria desses. São do tipo que têm que ser permanentemente lembrados, pois frequentemente se esquecem das ordens simples e se distraem. Por exemplo, você pede para eles arrumarem o quarto. Eles começam a arrumar e de repente encontram um livro e começam a ler porque são leitores ferozes.

2. Conceitual: Os Índigos Conceituais estão mais voltados para projetos do que para pessoas. Serão os futuros engenheiros, arquitetos, projetistas, astronautas, pilotos e oficiais militares. Eles não são desajeitados, ao contrário, são bem atléticos como crianças. Eles têm um ar de controle e a pessoa que eles tentam controlar na maioria das vezes é a mãe, se são meninos. As meninas tentam controlar os pais. Se eles são impedidos de fazer isso, existe um grande problema.

3. Artista: Este tipo de Índigo é muito mais sensível e frequentemente menor em tamanho, embora isso não seja uma regra geral. Eles são mais fortemente ligados às artes. Eles são criativos e serão os futuros professores e artistas. Em qualquer campo que eles se dediquem será sempre pelo lado criativo. Se eles entrarem na medicina, eles se tornarão cirurgiões ou pesquisadores. Quando eles entrarem nas artes, eles serão o ator dos atores. Entre 4 a 10 anos eles podem pegar até 15 diferentes artes criativas – fazer uma por cinco minutos e encostar. Portanto, se diz às mães de artistas e músicos, “Não compre instrumentos, mas alugue”. O Índigo Artista pode trabalhar com até 5 instrumentos diferentes e então, quando eles entrarem na puberdade, escolherão um campo e se empenharão para se tornarem artistas nessa especialização.
4. Interdimensional: O Índigo Interdimensional é muito maior do que os demais Índigos, do ponto de vista de estatura. Entre 1 e 2 anos de idade você não pode dizer nada para eles. Eles dizem: “Eu já sei. Eu posso fazer isso. Deixe-me sozinho”. Eles serão os que trarão novas filosofias e espiritualidade para o mundo. Podem ser mais valentões porque são muito maiores e também porque não se encaixam no padrão dos outros três tipos.

Já as crianças consideradas cristais, em alguns estudos dizem que começaram a nascer a partir de 2000, ou talvez um pouco antes disso. Essas crianças são extremamente sábias e vieram com um objetivo de evoluir a compreensão dos humanos. Elas vieram trazer mais sensibilidade para o “espírito guerreiro” dos índigos. Elas funcionam com uma consciência de grupo, em vez de individual, e vivem por uma consciência da Unidade. Elas são uma poderosa força de amor e paz no planeta.

São as crianças dessa nova geração que parecem nascer com uma sabedoria difícil de explicar. Já nasceram com conexão à internet, e por isso, têm um raciocínio mais rápido e conseguem fazer mais funções ao mesmo tempo.

Elas tendem a demorar mais a falar, pois conseguem se comunicar de maneira um pouco mais “telepática”. Geralmente os olhos delas se fixam na gente, dando impressão que elas nos leem melhor do que qualquer adulto. É uma geração de mais compaixão, mais benevolência, mais cuidado e respeito ao planeta.

Eles só precisam de amor. Eles vêm despertar em nós algo que nós mesmos não teríamos condições de fazer se não fossem eles, nos trazendo à tona. Nos trazendo a consciência maior, o amor maior, o Eu maior. Eles vêm nos lembrar do real motivo de estarmos aqui.

Se você tem uma criança assim, com algumas destas características, busque, pesquise e procure saber mais sobre seu mundo. Some com ele, ajude-o em sua jornada. Você faz parte dela. Não tente apenas educar ou criar… AME!

“O Amor Permanece, é a ele que devemos servir, que sua vida seja um serviço constante e que Deus a todo instante brilhe em cada filho, em cada criação. Que você encontre Deus no afazeres de sua missão.” (Mestre Micaell)

Anúncios